Cart

Bolsonaro ou a vida – Não dá pra escolher os dois

(por Leonardo Stoppa)

A minha vizinha que já tinha sido vacinada com as duas doses morreu esta semana com uma variante da covid-19. Ela foi internada no mesmo momento em que eu estava comemorando o fato de minha mãe ter sido vacinada com as duas doses.

A minha vizinha que morreu, Lucy, era uma pessoa conhecida por todo mundo, porque ela era uma pessoa muito brincalhona. Quando ela brigava com alguém em um dia, já no outro dia estava conversando e brincando. Ela era uma pessoa fantástica.

Por isso, nesse momento, eu faço um apelo: ou Bolsonaro ou a vida. Esse apelo é muito simples, pois, por causa do negacionismo, estamos produzindo variantes da covid-19. Essas variantes matam pessoas que foram vacinadas, conforme afirma a Organização Mundial de Saúde.

Bolsonaro vai boicotar a luta contra a covid-19, porque essa é a forma dele sobreviver. Ele precisa continuar com o negacionismo, pois se ele mudar o discurso agora ele cai de uma vez. O grande problema é que os apoiadores do Bolsonaro podem continuar esse negacionismo, que leva pessoas para as ruas e que adia o fim da doença.

Quanto mais adiamos o fim da doença, mais produzimos variantes que podem matar inclusive os deputados do Bolsonaro que estão vacinados, assim como minha vizinha também estava. Essas variantes podem matar um homem super milionário que mora dentro do condomínio. Este milionário pode até ter conseguido desviar uma vacina do serviço público para vacinar sua família mais rápido, mas as variantes matam pessoas que já foram vacinadas. E não morrem apenas pessoas com comorbidades. A morte do Paulo Gustavo também mostra que a morte por covid-19 não tem a ver com dinheiro.

Por isso, faço um apelo a quem ainda estiver nessa teimosia de apoiar o Bolsonaro e o tratamento precoce: você precisa escolher entre Bolsonaro e sua mãe, entre Bolsonaro e seu filho, Bolsonaro e sua família. Pare com isso de apoiar este presidente só para não dar o braço a torcer. A situação está ficando cada vez pior e as variantes estão chegando cada vez mais mortais.

Eu saí para dar uma volta de carro na cidade de Ponte Nova e vi que os bares estavam lotados, as pessoas todas sem máscaras. As pessoas, simplesmente, não se preocupam com a doença. O discurso negacionista do Bolsonaro, como a visão de que é só uma gripezinha, está contribuindo para que isso aconteça.

Porém, ninguém está salvo. Mesmo você que é rico e mesmo você que é vacinado, enquanto Bolsonaro estiver no cargo e enquanto prevalecer o discurso negacionista, ninguém está salvo.

Então, por amor a sua família, abandone esse cara. Dê o braço a torcer, ainda que você esteja ganhando dinheiro com isso. Esse dinheiro pode te custar alguém muito importante, como aconteceu com Luciano Hang, que perdeu a mãe. Ainda que você esteja ganhando fama no YouTube ou no Facebook, essa fama pode te custar um filho, um pai e uma mãe. Nenhum dinheiro traz de volta um filho que morreu, o pai que morreu, uma mãe que morreu.

Deixe o Bolsonaro cair, porque ele sabe que a única forma de sobreviver no cargo é mantendo o discurso negacionista, defendendo a cloroquina e tentando afirmar que estava certo o tempo todo. Enquanto ele estiver mantendo esse discurso, nós vamos perder parentes e amigos. E ninguém está a salvo, ainda que seja rico, que já tenha sido vacinado ou que esteja fora do grupo de risco criado no início da pandemia. Ninguém está salvo das variantes que estão sendo produzidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando...
WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para responder às suas perguntas. Pergunte-nos qualquer coisa!
👋 Oi em que posso ajudar?