Cart

Mayra acabou com Bolsonaro na CPI

O depoimento da Mayra Pinheiro foi fantástico. Ela usou técnicas de cinismo para se proteger e jogar o Bolsonaro no fogo sem dó!

A médica afirmou que utilizou estudos que suportavam suas já abandonadas posições, e deixa a entender que o Bolsonaro não se baseou em nada técnico. Pior ainda: o “Mito” insiste em negar a importância das máscaras e do isolamento social, promovendo suas micaretas de fim de semana para tentar impor através da insistência, uma tese que ele estaria certo.

Na sociedade brasileira há três tipos de gado que apoiam o Bolsonaro. A maior parte é de gado fanático, que já percebeu estar sendo enganado e só está procurando motivos para assumir isso. Esse gado não protege mais o presidente, ele se protege apenas da vergonha de assumir para os parentes que errou. Estes ainda estão tentando, desesperadamente, acreditar no líder sonho opressor.

Em porcentagens bem menores, temos o Gado Digital, que persiste com Bolsonaro, pois acha que ficou importante a partir do momento que começou o apoiar. Essa parcela não quer perder seu espaço nas redes e seus seguidores.

A minoria do rebanho é formada pelo gado que se acha muito esperto e que vai para os eventos com Bolsonaro na esperança de que isso gere uma visibilidade para si. Essas pessoas buscam qualquer tipo de benefício, como tirar uma foto com o presidente para ser eleito vereador, prefeito e, até mesmo, deputado.

Tendo isso em vista, a técnica de comunicação do Bolsonaro e a técnica de defesa da Mayra em conjunto acabam de destruir a fatia fanática do rebanho do presidente. A Mayra acaba com essa única parcela do gado que realmente gosta do presidente.

Com isso, uma parte mínima do rebanho permanecerá com Bolsonaro, sendo esses apenas aqueles que pensam possuir alguma vantagem em defendê-lo. O depoimento da Mayra não acaba com o gado que levanta tag no Twitter e nem com o que vai para os eventos com Bolsonaro, pois estes só o fazem por querer algum tipo de vantagem.

O gado que realmente defenderia o Bolsonaro nas ruas é o mesmo que está compreendendo que ele está matando o Brasil. Estes apoiadores entendem de maneira cristalina o que Mayra e demais depoentes estão demonstrando, e isso vai desconstruindo a imagem de Bolsonaro. A mesma “terraplanista” que nas redes propagava a tese do “pirocão do Fiocruz, instituto que seria decorado também com placas de “Lula Livre” e “Marielle vive”, quando confrontada na CPI invoca seu diploma de médica, e em nome da técnica garante, ainda que indiretamente, não concordar com as ações do presidente.

Por mais que ela esteja apenas se protegendo e, inclusive, defendendo coisas absurdas, como a imunização de rebanho, Mayra queima Bolsonaro, mesmo que indiretamente, ao alegar que suas posições têm base técnica. Não importa que ela não criticou Bolsonaro diretamente na CPI. O que realmente importa é que o gado a ouvirá dizendo que o presidente está fazendo coisas erradas, ainda que ela não aponte esses erros. Desta maneira, ela acaba com o que sobrou para manter Bolsonaro na presidência, que é o apoio dos fanáticos.

Neste momento, esse gado morre de vergonha e foge do curral. Por isso, é necessário que a esquerda esteja de braços abertos para receber os bolsonaristas arrependidos que têm medo de ser chacota entre os parentes e amigos. Esse gado, quase liberto, já sabe que o Bolsonaro caiu, mas apenas não admite isso para evitar ser chacota entre amigos e família.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carregando...
WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para responder às suas perguntas. Pergunte-nos qualquer coisa!
👋 Oi em que posso ajudar?