Cart

Um caminho sem volta

A CPI da covid-19 está nos holofotes, porque está mostrando para o brasileiro a responsabilidade do Bolsonaro nas mortes que aconteceram no Brasil. Esta é uma oportunidade de mostrar para o eleitor do presidente que ele foi enganado. Porém, enquanto a CPI está tomando a atenção de todo o campo progressista, outras políticas perigosas e sem volta estão sendo pautadas.

Um exemplo disso é a privatização da Eletrobrás, que pode impactar na geração de empregos, no risco sistêmico e gerar condições temerárias como o controle da água dos rios por empresas privadas. Essa privatização pode levar, inclusive, ao fim das indústrias no país. Todas estas são possibilidades.

Portanto, temos duas tarefas principais neste momento: acabar com as mortes por covid-19 e garantir a manutenção de um Brasil que poderemos reconstruir. Precisamos ter a certeza de que conseguiremos reerguer a indústria brasileira e retomar o crescimento.

Se simplesmente fecharmos os olhos para o que está acontecendo com a Eletrobrás, o sistema elétrico será privatizado, ou seja, estará sobre o controle total de empresas privadas. Desta forma, ainda que consigamos eleger um progressista nas próximas eleições, não poderemos ter certeza se teremos condições de retomar o crescimento econômico, se teremos viabilidade industrial, sobre qual será preço da eletricidade e se esta terá estabilidade.

Em resumo, podemos continuar comemorando as conquistas da CPI, porém sem se esquecer das outras pautas que estão sendo discutidas. Ao mesmo tempo em que se acompanha a Comissão Parlamentar, é muito importante darmos atenção e publicidade para esses projetos, porque a Eletrobrás pode ser privatizada enquanto a CPI funciona como uma grande cortina de fumaça.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carregando...