Search

A marca do vampiro

Código 9786553612471 Categorias , ,

Na crônica “O Vampiro de Boina na Biblioteca Hipnotizada”, o narrador define a condição, não apenas dele, Fabio Santiago, mas do cronista em geral: 

“Neste salão sou miragem. Assisto quase que invisível este desfile de pessoas”. 

Neste contexto de pós-verdade, o cronista Fabio Santiago – autodeclarado miragem – escaneia todas as cenas, silêncio e nuances. 

E nem poderia ser de outro jeito: informado sobre manifestações distantes, o olhar do artista é atraído pelo que está ao seu redor.  

Alagoano, Fabio vive em Curitiba, e a capital do Paraná rege o seu imaginário. 

O título do livro não é descuido. 

Dalton Trevisan, autor do clássico O vampiro de Curitiba (1965), é recorrente nestas crônicas. 

Mas nem só o impactante Trevisan está nas páginas de A Marca do Vampiro: há espaço para o Paulo Leminski, a Feira do Largo da Ordem e mais mistérios de Curitiba. 

Outro assombro é a linguagem em prosa deste autor, experiente repórter cinematográfico elogiado por colegas por ser atento e detalhista. Essa informação é mais do que relevante, e pode ajudar a compreender que a crônica do Fabio Santiago também é feita por meio de imagens, portanto, é cinema – transcendental. 

Marcio Renato dos Santos

***

Fabio Santiago parte da observação de “misterioso homem”, tão similar e a escrever sem parar. Seria ele? Mesmo diante da negativa, o sinal fora forjado: “O vampiro marca a sua vítima” – e a capa do livro. 

Tudo pode lhe servir de mote para revelar encantamentos ou driblar os desconsertos do mundo. A sensibilidade do olhar dita sua prosa, carregada de criatividade e a verter poesia – que o moço leva no bolso um poeta, nos sonhos perfumadas palavras, livros e brisas nas retinas, mil e uma referências na memória. Andarilho da bela Curitiba, puxa-me pela mão; deixo-me levar…  

Lilia Souza  

A marca do vampiro, de Fabio Santiago

96 páginas

Formato: 16×23

ISBN: 978-65-5361-247-1

Capa: Paula Villa Nova

R$ 49,70 R$ 34,79

Consulte o frete e o prazo de entrega:

Fabio Santiago nasceu em Maceió (AL), em 1973, e está radicado em Curitiba (PR). Publicou os livros Cantos temporais e Mar de sombras, ambos em 2022, Versos magros (2021) e Intramuros (2020). É formado em Comunicação Social e criador do blog Acre infuso, ativo desde 2004. Redes sociais: @fsantiago006 (Instagram) e Fabio Santiagoc (Facebook)