Search

Arroz queimado

 

Arroz Queimado: Uma Obra Cinematográfica

Arroz Queimado: Enigma Temporal e Loucura, de Vinícius Canhoto e Alberto Lazzarini, é uma jornada cativante através de uma montagem dadaísta. Este romance entrelaça realidade e ficção, enriquecido por elementos como mitologias, a “americanização” dos costumes e a arte de Van Gogh.

Reflexão Sobre Tempo e Existência

O romance desafia a linearidade do tempo, propondo uma reflexão sobre a existência humana. Simbolizado pelo vilarejo de Santa Fé, renomeado Brigitte Bardot, o livro explora o humor e a ironia em uma sociedade secularizada.

O Hospício Como Símbolo

A obra transporta o leitor a um hospício, apresentado como um panóptico, onde dor e alegria se misturam. Este microcosmo serve como uma crítica à sociedade e à razão convencional.

Entre Loucura e Lucidez

Arroz Queimado não é só uma história, mas uma reflexão profunda sobre loucura e lucidez, desafiando a compreensão do tempo e a natureza da realidade.

***

Arroz-Queimado – Vinícius Canhoto & Alberto Lazzarini

16×23

456 páginas

ISBN: 978-65-5361-240-2 

R$ 99,80 R$ 49,90

Consulte o frete e o prazo de entrega:

Arroz Queimado: Enigma Temporal e Loucura

 

 Arroz Queimado: Entrelaçamento de Tempo, Realidade e Ficção

Uma Tapeçaria de Realidade e Ficção. Arroz Queimado: Enigma Temporal e Loucura, é uma obra cinematográfica criada por Vinícius Canhoto e Alberto Lazzarini. Este romance cativa com sua montagem dadaísta, onde narrativa e personagens transitam entre realidade e ficção. Elementos diversificados como mitologias, a “americanização” dos costumes e a arte de Van Gogh se fundem com o cotidiano, destacando a complexidade da obra.

 Reflexões sobre Tempo e Existência

O romance transcende a linearidade do tempo, questionando a essência da existência humana. O vilarejo de Santa Fé, renomeado Brigitte Bardot, simboliza o humor e a ironia da secularização. Aqui, a loucura é um logos, desafiando a alienação e as desilusões da vida moderna.

O Hospício como Metáfora

O livro nos leva a um hospício, apresentado como um panóptico. O leitor é imerso em um mundo onde dor e alegria coexistem, refletindo sobre a liberdade encontrada na loucura. Este microcosmo representa uma crítica à sociedade e à razão convencional.

Entre a Loucura e a Lucidez

Arroz Queimado não apenas conta uma história, mas também evoca reflexões profundas sobre a loucura e a lucidez. O enigma do tempo e da existência humana é habilmente explorado, levando o leitor a questionar a própria natureza da realidade.

Tags: Vinícius Canhoto, Alberto Lazzarini, Arroz Queimado, romance brasileiro, narrativa dadaísta, realidade vs ficção, enigma do tempo, loucura, lucidez, secularização, humor e ironia.

Metadescrição: Explore Arroz Queimado: Enigma Temporal e Loucura, uma obra de Vinícius Canhoto e Alberto Lazzarini. Mergulhe na mistura de realidade e ficção, desafiando a percepção do tempo e a natureza da loucura em um romance inovador e profundo.