Search

Frases do Nada Sobre Um Pouco de Quase Tudo (2ª edição)

 

***

Edição especial com posfácio de Luiz Cesar Saraiva Feijó

***

A Essência da Poesia: Razão e Sensibilidade

A poesia habita a fronteira entre razão e sensibilidade, tendendo mais para a última. Ela usa a razão para dar sentido às emoções, uma necessidade humana inata. Assim, a poesia torna-se um artesanato nobre, desafiador, e único.

O Papel da Razão na Poesia

A razão organiza sentimentos em palavras, uma característica essencial do ser humano. Este processo transforma a poesia em uma arte de percepção e significado. A capacidade de ver além do óbvio define a tradição poética.

A Singularidade da Poesia de Lincoln Fabrício

Lincoln Fabrício, um poeta contemporâneo, segue essa tradição. Seus poemas revelam o aparentemente distante, trazendo-o para perto. Ele desmistifica e ao mesmo tempo mitifica seu mundo, dando-lhe autonomia e profundidade.

A Força dos Aforismos em sua Obra

Na obra de Fabrício, encontramos frases impactantes, semelhantes a aforismos. Estas não buscam clareza conceitual, mas sim exprimem a crueza dos sentimentos. Essa abordagem oferece uma perspectiva nova e profunda sobre as emoções humanas.

***

Frases do nada sobre um pouco de quase tudo

Lincoln Fabricio.

2ª edição

ISBN 978-65-5361-271-6

200 páginas

15X21 cm

R$ 69,70 R$ 34,85

Consulte o frete e o prazo de entrega:

 

A Arte Poética de Lincoln Fabrício: Entre Razão e Sensibilidade

O Encontro Entre Razão e Sensibilidade na Poesia

A poesia, esse encantador artesanato das palavras, se situa na fronteira entre a razão e a sensibilidade, inclinando-se mais para esta última. **Lincoln Fabrício, um mestre da arte poética**, domina essa fronteira, utilizando a razão para organizar as emoções, um traço inerente ao ser humano, um animal do logos. A habilidade de perceber o mundo e atribuir-lhe significados únicos é, pois, o que torna a poesia um ofício tão nobre quanto desafiador.

A Singularidade da Poesia de Lincoln Fabrício

Lincoln Fabrício, um poeta contemporâneo, navega nessa tradição, imergindo na fantasia e vivenciando o presente. Seus versos revelam um mundo que, estando tão próximo, muitas vezes parece distante. Ele não só desmistifica como também mitifica seu universo, conferindo-lhe a autonomia de uma ideia que orbita por si só.

A Crueza Emocional na Obra de Fabrício

Ao ler seus poemas, deparamo-nos constantemente com frases impactantes que parecem aforismos. Contudo, esses não são aforismos em busca de um entendimento elegante dos conceitos, mas sim expressões que revelam a crua nudez dos sentimentos. Esta característica singular da obra de Lincoln Fabrício não apenas fascina como também cativa o leitor, oferecendo uma janela para o profundo e intricado mundo das emoções humanas.

Tags: poesia, Lincoln Fabrício, arte poética, razão, sensibilidade, emoções, aforismos, sentimentos, obra poética, mundo emocional.

Metadescrição: Descubra a fascinante obra poética de Lincoln Fabrício, onde a razão e a sensibilidade se entrelaçam para criar expressões únicas que capturam a crua nudez dos sentimentos.

***

Lincoln Fabrício é curitibano de 1972. Formou-se pela Faculdade Evangélica de Medicina do Paraná, em 1994. Pós-graduado em Dermatologia e Venereologia pela Universidade de Auvergne, membro titular da Sociedade Francesa de Dermatologia, professor da Faculdade Evangélica Mackenzie do Paraná, e Chefe do Serviço de Dermatologia do Hospital Universitário Evangélico Mackenzie de Curitiba. É também vocalista e compositor da banda de rock Splippleman, que gravou dois álbuns no Abbey Road Studios (Inglaterra), e um álbum no Sunset Sound (Califórnia, Estados Unidos).