Search

Lawfare nunca mais – A voz das vítimas vol. II

PRÉ-LANÇAMENTO

disponível a partir da primeira quinzena de julho.

***

Como você pode fazer parte da iniciativa:

Este livro estará em pré-venda por um período necessário, em razão de todos os cuidados necessários para uma publicação que irá abordar aspectos extremamente polêmicos da história recente, possivelmente desagradando detentores de poder político, econômico ou judicial.

Adquira na pré-venda para nos ajudar a enfrentar este grande desafio!

Compre na pré-venda como um ato cívico!

O mais breve possível este livro estará em sua casa, podendo também ser um excelente presente para seus amigos que compartilham das mesmas ideias.

***

Autores: Salvio Kotter

Henrique Pizzolato

ISBN: em breve

Páginas: em breve

Formato: 16X23

R$ 69,90 R$ 48,93

Consulte o frete e o prazo de entrega:

Lawfare nunca mais – A voz das vítimas vol. II

Este livro é segundo volume de uma série que se propõe a dar voz às principais vítimas de lawfare no Brasil. Uma iniciativa conjunta da Editora Kotter e da Rede Lawfare Nunca Mais, que reconhecem um paradoxo em curso: ou o Brasil extermina o lawfare, ou o lawfare exterminará o Brasil. Para corroborar essa afirmação, basta ouvir as vítimas.

A Trajetória Política e os Desafios Enfrentados

Fernando da Mata Pimentel, economista e professor aposentado, é conhecido por sua vasta carreira política, que inclui cargos como prefeito de Belo Horizonte, ministro e governador de Minas Gerais. Sua história de militância começou cedo, nos movimentos estudantis de 1968. Envolveu-se com uma organização clandestina durante a ditadura militar, resultando em sua prisão e tortura. Após ser libertado, Pimentel se formou em economia e fundou o Partido dos Trabalhadores (PT) em Minas Gerais, iniciando uma trajetória marcada pela dedicação ao serviço público e à militância política.

Este livro é o precursor de uma série que se propõe a dar voz às principais vítimas de lawfare no Brasil. Uma iniciativa conjunta da Editora Kotter e da Rede Lawfare Nunca Mais, que reconhecem um paradoxo em curso: ou o Brasil extermina o lawfare, ou o lawfare exterminará o Brasil. Para corroborar essa afirmação, basta ouvir as vítimas.

O Impacto do Lawfare em Sua Carreira

A expressão lawfare, ou guerra jurídica, representa uma ferramenta usada para perseguir adversários políticos através do sistema judiciário. Pimentel destaca que a Operação Acrônimo, que teve início logo após sua eleição para governador, exemplifica esse tipo de perseguição. Segundo ele, a operação foi arquitetada por um grupo dentro da Polícia Federal, com o objetivo de enfraquecer o PT. Essa operação culminou em ações de busca e apreensão e diversas acusações infundadas, das quais Pimentel foi absolvido. Contudo, o impacto emocional e político foi profundo.

Políticas Públicas e Legados de Gestão

Durante sua gestão como prefeito, uma de suas principais realizações foi a implementação do Orçamento Participativo, permitindo que a população participasse ativamente na decisão sobre a aplicação dos recursos públicos. Além disso, Pimentel destaca a criação das Unidades Municipais de Educação Infantil (UMEIs), que ofereciam educação integral para crianças de zero a cinco anos, promovendo a inclusão social.

Enfrentando as Consequências do Lawfare

Pimentel relata que o lawfare não só afetou sua vida política, mas também causou danos pessoais significativos, afetando sua família diretamente. Ele acredita que a perseguição judicial foi uma estratégia deliberada para desestabilizar lideranças progressistas, destacando a importância de resistir a essas práticas e proteger a democracia.

Propostas para o Futuro

Para combater o lawfare, Pimentel sugere a responsabilização pessoal de agentes públicos que abusam de seu poder. Propõe uma mudança constitucional que obrigue esses agentes a assumir responsabilidade por suas ações, prevenindo abusos e perseguições arbitrárias. Pimentel acredita que esta medida reduziria significativamente as injustiças observadas em operações como a Lava Jato e a Acrônimo.

Fernando Pimentel reafirma seu compromisso com a luta por uma sociedade justa e democrática, apesar dos desafios enfrentados ao longo de sua carreira. Ele destaca a importância de iniciativas como a Rede Lawfare Nunca Mais e o Grupo Prerrogativas, que atuam na defesa dos direitos fundamentais e da justiça. Pimentel conclui enfatizando a necessidade de conscientizar a população sobre os perigos do lawfare e de construir uma frente ampla em defesa da democracia.