Cart

Fertilizantes e dependência – 30 de outubro de 2020

por Redação Kotter

 

O petroquímico da Federação Única dos Petroleiros (FUP), Gerson Castellano, denuncia em seu Facebook pessoal que o governo do Paraná optou por não defender a manutenção da Fábrica Fafen Fertilizantes, cujas atividades encerraram no começo de 2020 em Araucária, com o fechamento e encerramento de 1000 postos de trabalho, diretos e indiretos.

À época, os governos Bolsonaro e Ratinho Jr. toparam fechar o setor de fertilizantes nitrogenados (N – P – K), sob controle ainda da Petrobras, e com isso aumentaram a condição de importador do país de um insumo básico para a agricultura.

Agora, Ratinho anuncia o investimento de R$ 160 milhões em uma unidade misturadora para fertilizantes importados. O questionamento é por que não ter mantido a produção e tecnologia próprias e optar pela importação.

Os terminais paranaenses são responsáveis por 32% do que chega ao Brasil de fertilizantes, oriundos de China, Rússia, Biolorússia, Marrocos e Canadá.

 

Pedro Carrano é o responsável pelo Boletim de Notícias da Kotter. Pedro nasceu em São Paulo (SP), em 1980. Jornalista, militante político e pai da Clara. Tem livros de reportagem e poesia. “Meninos sem Matilha” é seu segundo volume de contos.

Imagem, Fonte: O Presente

Revisão: Daniel Osiecki

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carregando...