Cart

Sobre o sobretrabalho – 29 de outubro

Artigo importante do pesquisador Cesar Sanson a respeito do tema do sobretrabalho foi publicado hoje no Instituto Humanitas Unisinos. O autor resgata os estudos de Marx sobre a jornada de trabalho, para reafirmar sua atualidade, ao mesmo tempo em que acrescenta, neste período de trabalho controlado via aplicativo:

“Como se vê, o sobretrabalho é constitutivo ao nascimento do capitalismo. Em sua forma contemporânea, porém, assume uma perversidade ainda maior. Já não é o empregador, o patrão, que impõe ao trabalhador jornadas extenuantes. É ele mesmo que assume para si essa condição e submete-se a esse flagelo. É evidente que, no caso do motorista do Uber, a necessidade de trabalhar muito está condicionada pela necessidade de aumentar a sua renda para tentar melhorar a sua vida. Por detrás dessa obsessão em trabalhar o tempo todo está subjacente a crença de que o esforço será recompensado”

Como se vê, o sobretrabalho é constitutivo ao nascimento do capitalismo. Em sua forma contemporânea, porém, assume uma perversidade ainda maior. Já não é o empregador, o patrão, que impõe ao trabalhador jornadas extenuantes. É ele mesmo que assume para si essa condição e submete-se a esse flagelo. É evidente que, no caso do motorista do Uber, a necessidade de trabalhar muito está condicionada pela necessidade de aumentar a sua renda para tentar melhorar a sua vida. Por detrás dessa obsessão em trabalhar o tempo todo está subjacente a crença de que o esforço será recompensado.

 

Pedro Carrano é o responsável pelo Boletim de Notícias da Kotter. Pedro nasceu em São Paulo (SP), em 1980. Jornalista, militante político e pai da Clara. Tem livros de reportagem e poesia. “Meninos sem Matilha” é seu segundo volume de contos.

Imagem, Fonte: SISMUC

Revisão: Daniel Osiecki

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carregando...
WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para responder às suas perguntas. Pergunte-nos qualquer coisa!
👋 Oi em que posso ajudar?